publicação: 10 de dezembro de 2014

Mossoró terá santuário com a maior estátua católica do mundo

Mossoró terá santuário com a maior estátua católica do mundo

Do G1 RN

Unir a fé cristã ao turismo. A iniciativa que já deu certo em várias cidades do Brasil e do mundo será aplicada em Mossoró, município da região Oeste do Rio Grande do Norte. A cidade terá um Santuário de Santa Luzia, padroeira da cidade, com a maior estátua católica do mundo – com 63 metros de altura.

“É uma homenagem à fé e à história do povo de Mossoró que vai impulsionar o turismo religioso na região”, disse o prefeito Francisci José Junior.

Hoje, a maior estátua católica do mundo é a de Santa Rita de Cássia que fica no município de Santa Cruz, na região Agreste do RN, a 120 quilôemtros de Natal. A imagem tem 42 metros de altura, mas 14 metros do pedestal, o que totaliza 56 metros.

O Santuário de Santa Luzia será construído na Serra de Mossoró que fica a 18 quilômetros do centro da cidade. O processo licitatório do projeto, de acordo com o prefeito, terá início ainda neste mês de dezembro. O projeto deve ficar pronto em abril e a obra iniciada até julho de 2015.

Ainda de acordo com a Prefeitura de Mossoró, o Santuário de Santa Luzia terá um investimento de cerca de R$ 12 milhões. No local, também será construído um pátio para grandes eventos com capacidade para receber 10 mil pessoas, lojas de artesanato e produtos religiosos, e uma capela com capacidade de até 500 fiéis. O prefeito pretende ainda instalar um teleférico no local.
Mossoró tem 285 mil habitantes e é a segunda maior cidade do Rio Grande do Norte.

A economia da cidade gira em torno do sal, petróleo e da fruticultura e a ideia do prefeito é diversificar as fontes econômicas do município com o turismo religioso. “Investir no turismo religioso é uma forma de incrementar a economia do município. Nós acreditamos que o santuário vai impulsionar os negócios na cidade em todos os setores”, disse o prefeito. A estimativa da Prefeitura é que sejam realizadas um milhão de visitas ao Santuário por ano.

Estrutura
Atualmente, no local onde será construído o Santuário há apenas torres de empresas de telefonia de celular, além de uma torre de dados da Petrobrás. O acesso é fácil e já tem uma estrada de terra que chega até o pé da serra. Para subir, já existe uma estrada calçada que dá acesso ao topo da serra. Uma placa no local indica a construção do Santuário.

Santa Luzia é conhecida como protetora dos olhos. O pároco da igreja de Santa Luzia, padre Walter Collini, conta que Lúcia, como se chamava na verdade Santa Luzia, nasceu em Siracusa, na Itália, em uma família rica e cristã, no ano 283. Naquela época, o Império Romano não dava às pessoas a liberdade de professar a fé em Cristo e a pena para quem o fizesse era a morte. O pai de Lúcia morreu quando ela tinha cinco anos e ela foi criada pela mãe.

O costume daquele tempo era que as famílias arranjavam o casamento dos filhos e uma família procurou a mãe de Lúcia para que a jovem se casassse com um pretendente. “Ela não quis se casar e disse que estava prometida a Jesus. A mãe dela avisou à família do pretendente e ele, por vingança, denunciou que ela era uma cristã”, disse padre Walter.

“Conta-se que dez soldados tentaram tirar a virgindade dela, mas não conseguiram tamanha a força dela. Depois ela foi jogada no fogo, mas permaneceu viva. Em seguida arrancaram-lhe os olhos e diz a história que ela reapareceu com dois olhos perfeitos. Como nada a atingia, por último, ela foi degolada. Ela morreu por não renegar a fé em Cristo”, contou.